Americano de origem taiwanesa se declara culpado de espionar para a China

Um americano de origem taiwanesa se declarou culpado nesta terça-feira de espionar para China segredos militares e aeroespaciais e enfrenta prisão perpétua, informou o departamento de Justiça dos Estados Unidos.

AFP |

O empresário de Nova Orleans Tai Shen Kuo, de 58 anos, admitiu em uma corte da Virgínia perto de Washington a acusação de "conspiração para passar informação de defesa nacional" e será sentenciado no dia 8 de agosto, assinalou o Departamento em comunicado.

pp/mac/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG