Americanas estão tendo menos filhos, diz Censo

Vinte porcento das mulheres americanas entre 40 e 44 anos não têm filhos, o dobro de 30 anos atrás, segundo informações do Censo americano publicadas nesta semana. De acordo com o relatório Fertilidade da Mulher Americana: 2006, 20% das mulheres da faixa etária não tinha filhos em 2006 - em 1976 este número era de 10%.

BBC Brasil |

Acima desta faixa etária, o número de gestações é irrisório e não tem efeitos estatísticos.

A tendência das mulheres a adiar o início da família, ou até optar por não ter filhos por conta de trabalho, é observada em países em desenvolvimento.

No caso dos Estados Unidos o declínio da fertilidade vem se mostrando constante desde meados dos anos 80, e o número de mulheres sem filhos na faixa etária dos 40 aos 44 anos vem crescendo em média 1% ao ano.

As estatísticas, no entanto, não explicam a causa que leva as mulheres a não ter filhos. Uma hipótese seria a opção pela carreira, mas outra seriam problemas de fertilidade por adiar o início da vida reprodutiva.

O relatório aponta que a maior parte das mulheres que deram à luz recentemente (57%) estão inseridas na força de trabalho.

Entre as 4,2 milhões de mulheres que deram à luz nos 12 meses anteriores ao censo, 36% estavam separadas, eram viúvas, divorciadas ou não haviam se casado na época da pesquisa.

Desses 1,5 milhão de mães não casadas, 190 mil viviam com um companheiro.

O relatório mostra ainda que o número de mães sem filhos é mais alto entre as mulheres de etnia branca e origem não hispânica, e que a taxa de fertilidade mais alta (67 nascimentos por ano a cada mil mulheres) é entre as que têm um diploma de nível superior.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG