Americana é condenada por ataque fatal de cachorros

HOWELL, Michigan - Uma mulher cujos cachorros atacaram duas pessoas até a morte, incluindo um senhor de 91 anos, foi condenada na quinta-feira a passar até 15 anos na cadeia.

AP |

Acordo Ortográfico

O juiz Stanley Latreille ordenou que Diane Cockrell pague mais de US$ 30 mil em restituições, bem como que cumpra de 43 meses a 15 anos na prisão.

Cockrell, 52, não contestou a acusação de manter animais perigosos em casa que causaram a morte de duas pessoas no mês passado. Essa postura não é um reconhecimento da culpa, mas pode ser tratada como tal na hora da sentença.

As autoridades disseram que quatro dos cachorros de Cockrell atacaram Edward Gierlach, 91 anos, em frente a sua casa e Cheryl Harper, 56 anos, que caminhava nas proximidades. Os ataques aconteceram em setembro do ano passado perto da casa de Cockrell, cerca de 75 km a oeste de Detroit.

Cockrell criava cavalos na sua propriedade e as autoridades dizem que a cerca de madeira que cercava o local não era apropriada para evitar a fuga dos cães. As autoridades executaram seus 10 cachorros.

O advogado de defesa Daniel Blank disse que Cockrell "não sabia" que os cães podiam matar alguém e que o caso deve ser uma lição para todos os donos de animais de defesa.

Leia mais sobre cachorro

    Leia tudo sobre: cachorro

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG