criação de uma nova geração de centrífugas nucleares." / criação de uma nova geração de centrífugas nucleares." /

Ameaças ocidentais reforçam determinação do Irã, diz Ahmadinejad

As ameaças internacionais só conseguirão reforçar a determinação do Irã em prosseguir com sua política nuclear, afirmou nesta sexta-feira o presidente iraniano Mahmud Ahmadinejad, mas reafirmou que Teerã tem a intenção de produzir armas atômicas. Nesta sexta, o país anunciou a http://ultimosegundo.ig.com.br/mundo/2010/04/09/ira+anunciar+nova+geracao+de+centrifugas+nucleares+9453545.html target=_topcriação de uma nova geração de centrífugas nucleares.

iG São Paulo |

Segundo Ahmadinejad, os ocidentais que pretendem impor sanções contra Teerã "devem compreender que se equivocam ao tentar enfraquecer a vontade do Irã, e que este tipo de ação só reforça a determinação iraniana".

Ahmadinejad fez estas declarações durante um discurso em cerimônia dedicada ao "Dia da Energia Nuclear" .


Ahmadinejad discursa em Teerã nesta sexta-feira / AP

"A política nuclear iraniana está numa via sem retorno", afirmou Ahmadinejad, acrescentando que o "Irã é uma nação nuclear, gostem ou não seus inimigos".

O presidente iraniano reiterou que o Irã é contra a bomba atômica, e criticou as potências nucleares que possuem esse tipo de armamento e defendem agora sua não proliferação. "Consideramos as armas atômicas desumanas", assegurou.

Novas centrífugas

O Irã fabricou e testou centrífugas nucleares de terceira geração , capazes de multiplicar por seis a produção de urânio enriquecido na usina de Natanz, anunciou nesta sexta-feira Ali Akbar Salehi, diretor da Agência Iraniana de Energia Atômica.

"Nossos cientistas foram capazes de fabricar centrífugas de terceira geração testadas com sucesso e que terão capacidade de enriquecimento seis vezes superior" às utilizadas atualmente no Irã", disse Salehi.

"Essas centrífugas nos permitirão aumentar a capacidade de separação do urânio e, ao mesmo tempo, produzir mais urânio enriquecido em menos tempo", disse Salehi em cerimônia dedicada ao "Dia da Energia Nuclear".

O anúncio da terceira geração de centrífugas ocorre às vésperas de uma cúpula de segurança nuclear nos Estados Unidos e em meio a esforços americanos para tentar aprovar novas sanções contra o programa nuclear iraniano.

Atualmente, o Irã tem 8.600 centrífugas na usina de Natanz, centro do país, que lhe permitiram produzir duas toneladas de urânio enriquecido a 3,5%, segundo estimativas da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA).


Veja o infográfico

* Com informações da AFP

Leia mais sobre enriquecimento de urânio

    Leia tudo sobre: segurança nuclear

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG