Ameaça de bomba obriga funcionários da Apple a deixar escritórios

Equipe policial especializada em explosivos foi ao local, mas foi constatado que o alarme era falso

EFE |

Os funcionários dos escritórios da Apple nos arredores de Sacramento, na Califórnia, deixaram nesta segunda-feira seus locais de trabalho após receberem um telefonema que alertava para a presença de uma bomba, informou o jornal "The Wall Street Journal".

A empresa notificou a ameaça à polícia, que foi até as instalações, situadas na localidade de Elk Grove, com uma equipe especializada em explosivos e com o apoio de cinco cães farejadores. No entanto, ficou constatado que o alarme era falso.

Agora as autoridades investigam a origem do telefonema. Cerca de 200 empregados da Apple deixaram o local no qual a companhia criadora do iPhone e do iPad tem um de seus pontos de distribuição de produtos, assim como um serviço de atendimento ao cliente. Esses escritórios da Apple se encontram a 200 quilômetros ao nordeste da sede da empresa, localizada em Cupertino, no Vale do Silício.

    Leia tudo sobre: EUATERRORISMO

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG