Ambiente dos Jogos será determinado pelo Tibete, segundo Jacques Rogge

O presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Jacques Rogge, está preocupado com o ambiente no qual serão realizados os Jogos de Pequim, em grande parte determinado pela situação no Tibete, reconheceu em uma entrevista publicada nesta sexta-feira pelo jornal suíço Le Tempos.

AFP |

O presidente do COI denunciou uma "onda midiática", e considerou que o comitê atravessa "uma crise de reputação, e não de funcionamento".

"Se eu tivesse me juntado às barricadas gritando (contra a China), teria sido o herói do Ocidente, e os Jogos teriam fracassado", afirmou.

"O COI conhece seus limites. Defendemos o princípio geral dos direitos humanos, sem entrar no domínio específico da política, que acolhe a prerrogativa dos Estados soberanos", afirmou Rogge.

O presidente do COI considera que o uso do broche proposto pelos atletas franceses "Por um mundo melhor" deverá ser rejeitado.

"Em sua formulação atual, tem poucas chances de passar pelo crivo" das autoridades olímpicas.

dro/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG