Aluno invade escola e fere 10 com bomba incendiária na Alemanha

BERLIM - Dez alunos de um centro escolar na localidade de Ansbach, no sul da Alemanha, ficaram feridos nesta quinta-feira, três deles em estado grave, depois que um colega de 18 anos lançou duas bombas incendiárias dentro do edifício.

Redação com agências internacionais |

O chefe da operação policial, o agente Udo Dreher, confirmou que um dos feridos em estado grave é o próprio agressor, que foi detido dez minutos depois do ataque, mas insistiu em que nenhum dos três corre risco de morrer.


Policial observa escola que sofreu o ataque na Alemanha / AP

O autor da agressão cursa o último ano no colégio e, durante sua detenção, foram feitos "vários disparos" pela polícia, acrescentou Dreher.

Além disso, o policial ressaltou que não se sabe, por enquanto, os motivos que levaram o jovem a realizar o ataque contra seus companheiros no centro de estudos, um edifício de caráter histórico em Ansbach.

Testemunhas do fato disseram, segundo a rede de televisão "N-TV", que o jovem entrou no edifício e lançou seus coquetéis molotov contra um grupo de alunos de 14 anos.

Invasão com machado

O agressor invadiu a escola por volta das 8h45 (3h45 de Brasília), com um machado, derrubando a porta principal do edifício para, em seguida, cometer seu ataque com as bombas incendiárias.

Os alunos do centro de ensino médio, o Gymnasium Carolinum, foram evacuados e levados a um edifício próximo. A direção decidiu suspender as aulas hoje e amanhã.

Fontes policiais explicaram também que revistaram o centro em busca de possíveis cúmplices do jovem, mas acrescentaram que essa possibilidade está, por enquanto, descartada.

Leia mais sobre Alemanha

    Leia tudo sobre: alemanhaataque

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG