Aluno degola professor em universidade chinesa

Um estudante de 22 anos esfaqueou um professor no pescoço em pleno campus de uma das universidades mais prestigiadas da capital chinesa. O crime ocorreu na quarta-feira por volta das 18h40 em frente a uma turma de estudantes que aguardava o começo da aula.

BBC Brasil |

A vítima morreu por hemorragia na sala de aula em frente aos alunos.

Após o crime, o estudante que atacou o professor, identificado apenas pelo sobrenome Fu, chamou a polícia calmamente do seu próprio celular e se entregou.

Paramédicos chegaram a tentar salvar o professor, mas ele não resistiu aos cortes de mais de 5cm de profundidade e 30cm de comprimento que sofreu na garganta.

A vítima, Cheng Chunming, de 43 anos, lecionava direito na Universidade de Ciências Políticas e Direito de Pequim.

A polícia investiga os motivos para o crime, mas comentários postados em fóruns de discussão dos estudantes sugerem que o professor Cheng estava tendo um caso com uma aluna que era namorada de Fu, informou o jornal Beijing Youth Daily.

O professor Cheng era casado e sua esposa está grávida de cinco meses.

Trauma

A Universidade emitiu um comunicado dizendo-se chocada com o incidente e anunciou a formação de uma equipe de apoio psicológico para ajudar os alunos que testemunharam a violência a superar o trauma.

A instituição se recusou a comentar os rumores de que Cheng estaria tendo um caso com a namorada de Fu.

O crime, que chocou a opinião pública chinesa, já é o terceiro perpetrado por um estudante em menos de um mês.

Há uma semana, um aluno de 16 anos estrangulou até a morte a professora de segundo grau Pan Weixian, de 31 anos, na província de Zhejiang.

O crime aconteceu porque Pan foi à casa do aluno para descobrir a razão pela qual ele não vinha comparecendo às aulas. O estudante foi flagrado pela professora cabulando aula e teria matado Pan por temer que ela contasse aos avós que ele não vinha comparecendo à escola.

No começo do mês, na cidade Shuozhou, na província de Shanxi, outro estudante de 16 anos esfaqueou um professor de 23 anos sem motivo aparente.

No diário que foi encontrado após o crime, o aluno havia escrito que seus pais se divorciaram e que ele odiava a sociedade e os professores.

Leia mais sobre esfaqueamento 

    Leia tudo sobre: esfaqueamento

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG