Alto oficial diz que desejo dos EUA de dialogar com Irã é um retrocesso

Teerã, 2 ago (EFE)-. Um alto oficial militar iraniano disse hoje que o desejo mostrado ultimamente por responsáveis americanos de dialogar com o Irã é um retrocesso na política dos Estados Unidos em relação ao país, informou a agência oficial iraniana de notícias Irna.

EFE |

O anúncio foi feito pelo vice-comandante do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas iranianas para Assuntos Culturais e de Publicidade, o general-de-brigada Massoud Yazaer, em reunião com altas categorias militares em Teerã.

O alto comando se referia às declarações feitas no início de julho pelo chefe do Estado-Maior Conjunto dos EUA, almirante Mike Mullen, contra um eventual ataque israelense a instalações nucleares iranianas.

Nesse contexto, Yazaer afirmou que "as políticas americanas são a única causa da instabilidade na região (do Oriente Médio), por isso a retirada de suas tropas será um importante fator para restaurar a paz".

Segundo ele, "a Administração americana, com os problemas que provocou durante o último século em todas as partes do mundo, especialmente no mundo islâmico, se transformou em um dos países mais aborrecidos pela opinião publica mundial". EFE msh/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG