Alta funcionária quer denunciar Scotland Yard por discriminação racial

Londres, 10 set (EFE).- A funcionária asiática que ocupa o mais alto posto hierárquico na Scotland Yard quer apresentar um processo por discriminação racial, informa hoje o jornal Evening Standard.

EFE |

Yasmin Rehman, diretora de Diversidade da Polícia Metropolitana, se propõe a processar esse corpo diante do Tribunal de Emprego.

É o segundo golpe que a Scotland Yard recebe. Antes de Rehman, o terceiro na escala hierárquica, Tarique Ghaffur, também de origem asiática, apresentou um processo por discriminação de motivos racistas contra o comissário-chefe, Ian Blair.

Rehman solicitou assessoria da Associação de Policiais Negros, que também apóiam Ghaffur em seu processo contra Blair.

Um amigo de Rehman disse ao jornal que ela está há um ano em licença por doença, devido a problemas relacionados ao estresse e a sua situação pessoal, e acredita que tem relação por ela ser asiática. EFE jr/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG