Alta comissária da ONU diz que trégua no Oriente Médio é passo promissor

Genebra, 18 jun (EFE).- O anúncio do cessar-fogo entre Israel e a milícia palestina do Hamas foi bem recebido hoje pela alta comissária da ONU para os Direitos Humanos, Louise Arbour, que considerou que é um passo promissor para sair do interminável ciclo de violência no Oriente Médio.

EFE |

Arbour expressou sua esperança de que, desta vez, as duas partes manterão seu compromisso e que isso leve ao respeito aos direitos humanos, o que deveria permitir uma maior liberdade de movimento para os palestinos e o fim da expansão das colônias judaicas nos territórios ocupados.

Israel aceitou o cessar-fogo na Faixa de Gaza negociado através do Egito.

"Temos que receber este gesto com sinceridade e sem ceticismo", acrescentou a alta comissária, que hoje se reuniu com jornalistas em Genebra.

Arbour termina em 30 de junho seu mandato de quatro anos, após desistir de se apresentar para um segundo período "por motivos pessoais", disse.

Nesse encontro, a alta comissária também se referiu à crise no Zimbábue e confessou sua "decepção" com o fracasso dos esforços realizados por seu organismo de iniciar um diálogo com o regime de Robert Mugabe. EFE is/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG