Cerca de oito anos depois dos atentados de 11 de setembro a rede terrorista Al-Qaeda pode atacar os Estados Unidos e está determinada a fazê-lo, afirmou neste domingo o chefe do Estado-Maior conjunto americano, Michael Mullen, falando à NBC.

"A Al-Qaeda ainda é bem capaz de atacar os Estados Unidos e está muito concentrada nesse objetivo", afirmou Mullen no programa "Meet the Press".

"Eles também têm capacidade de treinamento, de apoio e de financiamento", acrescentou.

"O Exército americano trabalha para se assegurar que isos (um novo atentado) não se repita", enfatizou.

dab/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.