Alpinistas nepaleses querem limpar o cume do Everest

KATMANDU - Um grupo de alpinistas nepaleses realizará uma difícil e perigosa expedição ao Everest para limpar o cume mais alto do mundo do lixo que se acumulou durante décadas de montanhismo.

AFP |

Vinte pessoas, dirigidas pelo alpinista Namgyal Sherpa, que já escalou sete vezes o Everest, desafiarão a falta de oxigênio e temperarturas inferiores a 0º para retirar mais de duas toneladas de resíduos.

Já houve no passado tentativas similares, mas, segundo Sherpa, seu grupo - formado apenas por alpinistas que já chegaram ao pico ao menos uma vez - será o primeiro a entrar na região conhecida como "zona da morte", acima dos 8.000 metros, onde o oxigênio é insuficiente para viver.

Segundo as associações de defesa do meio ambiente, o Everest está coberto de dejetos deixados por diversas expedições, assim como corpos de alpinistas que ainda não se decompuseram por causa do forte frio.

Cerca de 4.000 alpinistas escalcaram o monte Everest (8.848 metros) seguindo o exemplo de Edmond Hillary e Tenzing Norgay, que foram os primeiros a chegar ao cume em 1953.

A expedição começará no fim de abril, para aproveitar melhores condições meteorológicas.

Leia mais sobre: Everest

    Leia tudo sobre: alpinismoeverestlixo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG