O alpinista americano Arthur Michel Lelisle morreu nesta sexta-feira quando escalava o Aconcágua, pico mais alto da América, e é a quinta pessoa a não sobreviver à escalada da montanha andina nesta temporada, informou uma fonte do governo de Mendoza, no noroeste da Argentina.

O homem, de 51 anos, foi encontrado por militares em uma zona conhecida como Nido de Cóndores, a cerca de 5.000 metros acima do nível do mar.

As autoridades acreditam que Lelisle escalava o pico, de quase 7.000 metros, quando escorregou e caiu sobre o lado direito das costas, produzindo um ferimento profundo, segndo a fonte.

Cinco pessoas já perderam a vida desde o início da temporada 2009 de escalada do Aconcágua, em novembro.

jos/ap

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.