O primeiro-ministro iraquiano, Nuri al-Maliki, avaliou nesta quarta-feira à noite que sérios e perigosos obstáculos continuavam a impedir a assinatura de um acordo de segurança entre Bagdá e Washington, referente ao futuro da presença americana no Iraque.

emd/tt

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.