Alimentos orgânicos não são mais nutritivos do que os convencionais, de acordo com um estudo realizado na Grã-Bretanha.

Getty
Mulher vende produtos orgânicos em feira de Nova York

Mulher vende produtos orgânicos em feira de Nova York

Pesquisadores da London School of Hygiene and Tropical Medicine analisaram dados de 162 estudos abordando o assunto realizados nos últimos 50 anos. A conclusão foi que as diferenças nutricionais entre os dois tipos de alimento não seriam relevantes, segundo o pesquisador-chefe, Alan Dangour.

O estudo, divulgado na publicação científica American Journal of Clinical Nutrition, conclui que estas variações, identificadas geralmente em níveis de nitrogênio e fósforo, não seriam suficientes para trazer benefícios perceptíveis à saúde.

Outros motivos

Os alimentos orgânicos não usam produtos químicos sintéticos ou geneticamente modificados em sua produção. Gill Fine, porta-voz da associação britânica Food Standards Agency, que defende os interesses da população em relação a alimentos, afirma que o estudo não deve desestimular as pessoas a consumir produtos orgânicos.

A pesquisa, segundo ela, indica apenas que os produtos orgânicos não levam vantagem sobre os tradicionais no quesito nutricional.

Mas Fine afirma que existem outras razões para as pessoas escolherem alimentos orgânicos, como a preocupação dos fabricantes desses produtos com o bem-estar dos animais e o meio ambiente.

Uma porta-voz da Soil Association, a principal organização britânica de defesa de alimentos orgânicos, rejeitou as conclusões da pesquisa e disse que seriam necessários estudos mais abrangentes sobre o tema.

Leia mais sobre alimentos

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.