Aliança separatista reúne milhares de pessoas na Caxemira indiana

Nova Délhi, 22 ago (EFE).- A aliança separatista Conferência Hurriyat conseguiu reunir hoje milhares de pessoas na capital da Caxemira indiana, Srinagar, palco de protestos e greves constantes nas últimas semanas.

EFE |

O líder da facção moderada da Hurriyat, Umer Farouk, convocou em seu comício os aldeões a realizarem uma greve nos próximos dias e também "protestos pacíficos durante o dia e entre as rezas (muçulmanas) da tarde e da noite", segundo a agência de notícias "PTI".

Farouk pediu ao Governo indiano para iniciar um processo a fim de resolver o caso da Caxemira que inclua também as autoridades paquistanesas.

"Milhares de pessoas deram seu veredicto nas últimas semanas (dos protestos). Querem liberdade", disse o líder separatista durante o comício, que aconteceu na região de Srinagar.

Os estabelecimentos comerciais e os centros educativos permaneceram fechados hoje na área, embora as autoridades indianas tenham decidido não desdobrar mais forças de segurança no lugar do protesto, disse a "PTI".

O comitê formado para coordenar os protestos, do qual Hurriyat faz parte, convocou uma greve para os próximos três dias na Caxemira e outra concentração na próxima segunda-feira em Srinagar.

Hindus e muçulmanos realizam protestos na Caxemira indiana desde que o Governo regional cedeu, em junho, alguns terrenos ao comitê do templo de Amarnath para acomodar os peregrinos hindus, decisão que foi revogada e que não satisfez a nenhuma das duas comunidades. EFE amp/fh/gs

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG