Aliança Curda reconsiderará alianças para garantir futuro de Kirkuk

Bagdá, 15 ago (EFE).- A Aliança Curda (AK), segundo maior grupo parlamentar iraquiano, afirmou hoje que reconsiderará suas alianças políticas para garantir apoio a suas prioridades, incluindo o futuro de Kirkuk, cidade que os curdos reivindicam como própria.

EFE |

"Após a (recente) aprovação pelo Parlamento da lei eleitoral provincial, apesar da oposição da AK, se tornou algo imperativo reconsiderar nossas alianças futuras", assegurou hoje Mahmoud Osman, um dos líderes da AK, à agência de notícias iraquiana "Aswat al-Iraq".

A Aliança Curda é atualmente o principal membro do Governo da xiita Aliança Unida Iraquiana.

Os deputados iraquianos votaram uma controvertida lei eleitoral, rejeitada pelo presidente do país, o curdo Jalal Talabani.

A proposição deixa em suspenso o plebiscito que, segundo estipula a Constituição iraquiana, deve ser realizado nesta localidade para decidir se adere à região autônoma do Curdistão iraquiano ou se continua dependendo do Governo central.

"É natural que os curdos queiram obter novas alianças com outros blocos para garantir apoio a questões que consideram cruciais", acrescentou Osman em referência à cidade de Kirkuk, que abriga curdos, árabes e turcomanos. EFE nq/fr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG