Aliado de Romney pede que ele mostre declaração de imposto de renda

Polêmica aconteceu depois de favorito republicano dizer que paga 15% de imposto, um valor menor do que paga a maioria dos americanos

iG São Paulo |

O governador de Nova Jersey, Chris Christie , aliado importante do principal pré-candidato dos republicanos à presidência dos Estados Unidos, Mitt Romney , uniu-se aos rivais do ex-governador de Massachusetts nesta quarta-feira para pedir que ele divulgue suas declarações de imposto de renda. O pedido veio depois que Romney disse pagar aproximadamente 15% de imposto.

Veja especial do iG sobre as eleições nos EUA

AP
Chris Christie elogiou candidato republicano Mitt Romney durante coletiva em New Hampshire (11/10/11)

"Vamos expor todos os fatos. Ver o que diz a declaração do imposto de renda", disse Christie ao programa da da NBC "Morning Joe", embora tenha diminuído a questão, dizendo que toda a atenção seria "muito barulho por nada".

Na terça-feira, Romney disse a jornalistas que a maioria de sua renda vem de investimentos, colocando-o na faixa dos 15 % de imposto - uma taxa bem menor do que paga a maioria dos norte-americanos. Romney afirmou que não divulgará sua declaração de imposto de renda antes de abril.

Os rivais republicanos de Romney estão ansiosos para classificá-lo como distante dos eleitores comuns em meio a uma lenta retomada da economia e, para isso, pinçaram a questão tributária. Romney é um ex-executivo de fundos de investimento da Bain Capital LLC.

"O que eu diria ao governador Romney é: se você tem uma declaração de renda para mostrar, você deve mostrá-la. Você deve expô-la o mais cedo possível, porque é sempre melhor divulgar tudo, especialmente se você está na frente", afirmou Christie no programa "Today", da NBC.

Citado como possível companheiro de chapa de Romney como vice, Christie tem sido bastante ativo na campanha do ex-governador, com aparições públicas nos Estados de New Hampshire e no Iowa, os dois primeiros a terem primárias.

Romney está liderando a disputa Estado a Estado para a candidatura presidencial pelo partido republicano. O vitorioso enfrentará o presidente democrata Barack Obama no dia 6 de novembro. A primária republicana na Carolina do Sul é o próximo desafio da disputa.

O ex-líder da Câmara dos Deputados Newt Gingrich e o governador do Texas, Rick Perry, sugeriram que Romney talvez esteja escondendo algo ao não divulgar a sua declaração.

Gingrich afirmou a repórteres nesta quarta-feira que ele paga 31% de imposto. "Meu objetivo não é aumentar as taxas de Romney. (Meu objetivo) é que todos paguem a taxa de Romney", disse. "Não deveríamos todos nós ter a opção de um imposto único no valor que ele está pagando?"

A equipe do presidente Barack Obama também entrou na briga. O secretário de imprensa da Casa Branca afirmou a repórteres na terça-feira que o presidente acredita que os americanos ricos "não deviam pagar uma taxa de imposto mais baixo que os americanos de classe média."

Quando um jornalista apontou que Romney seguia a lei, Carney respondeu: "O presidente acredita que devemos mudar a lei por essa razão."

Com Reuters

    Leia tudo sobre: eleição nos euachristieromneyimpostorepublicanos

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG