Ali Agca tem a intenção de pedir a nacionalidade polonesa

Ali Agca, o turco que tentou assassinar João Paulo II em 1981, anunciou às autoridades de Varsóvia a intenção de solicitar a nacionalidade polonesa, informou nesta sexta-feira o ministério de Relações Exteriores da Polônia. O advogado de Agca não explicou os motivos do cliente.

AFP |

Depois de passar 19 anos na prisão na Itália, o então ativista ultranacionalista, foi entregue às autoridades turcas para cumprir duas penas pendentes em seu país, por um assalto a banco nos anos 70 e pela morte de um jornalista turco em 1979.

O Instituto Polonês da Memória (IPN), que estuda crimes nazistas e comunistas, investiga desde junho de 2006 se os serviços secretos comunistas tiveram algo a ver com o atentado a João Paulo II, que ficou gravemente ferido pelos tiros disparados por Agca na praça de São Pedro no dia 13 de maio de 1981.

João Paulo II perdoou há anos seu agressor, ao qual visitou na cela em 1983.

sw/bds/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG