Ancara, 18 jan (EFE).- Memhmet Ali Agca, o terrorista turco que atentou contra o papa João Paulo II em 1981, deixou hoje a prisão onde estava, na região de Ancara, capital da Turquia.

Após ser libertado, Agca foi enviado imediatamente a um escritório de recrutamento militar para ser submetido a um exame médico e decidir se é apto para o serviço militar, que ainda não cumpriu, aos seus 52 anos.

Os jornalistas que esperavam fora da prisão de Sincan não viram o homem que atirou contra João Paulo II em Roma. EFE dt/fm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.