Alfandegário francês é suspenso por fotografar com passaporte de Obama

Diretor da alfândega aproveitou tirar foto com o documento durante chegada da delegação americana à cupúla do G8

EFE |

O diretor da alfândega da região francesa da Baixa-Normandia foi suspenso do emprego por ter fotografado segurando o passaporte do presidente americano, Barack Obama, durante sua participação na cúpula do Grupo dos Oito (G8, formado pelos sete países mais ricos do mundo e a Rússia) na França, disse o porta-voz sindical nesta sexta-feira.

Aproveitando a chegada da delegação americana em território francês para participar da cúpula de Deauville, o diretor tirou uma foto com o passaporte de Obama no momento que carimbava os documentos, indicou o representante do sindicato dos funcionários da alfândega, Philippe Bock.

O Ministério da Economia, que depende da Direção Geral de Alfândegas, confirmou por sua parte que "um incidente" com as delegações estrangeiras no momento do cumprimento das formalidades administrativas causou a suspensão de um diretor da alfândega.

Porta-vozes ministeriais afirmaram também que a medida poderia prolongar-se por até três semanas, ou seja, "o tempo necessário para que se produza uma investigação administrativa" que determine a responsabilidade do trabalhador.

Segundo a versão sindical, os serviços especiais dos EUA não gostaram do gesto do diretor alfandegário e emitiram uma queixa que "chegou muito rapidamente" ao Eliseu. O responsável da alfândega foi suspenso do emprego e do salário durante 15 dias, mas Bock assinalou que "muito provavelmente", quando se reincorporar, será transferido a outra região como medida sancionadora suplementar.

Por causa do seu tamanho, o Air Force One não aterrissou no aeroporto da localidade litorânea de Deauville, que sediou a cúpula dos oito países mais industrializados, mas pousou em uma pista, no qual não deram nem nomes nem localização.

Por isso, o controle da delegação americana não correu a cargo de agentes da Polícia de Fronteiras, como é habitual, mas dos da Alfândega, que habitualmente se ocupam dos aeroportos pouco transitados.

    Leia tudo sobre: g8obamafrançapassaporteeua

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG