Alerta vermelho por erupção de vulcão no Chile

O vulcão Michimahuida, no sul do Chile, entrou em erupção na madrugada desta sexta-feira, fazendo com que 250 pessoas tivessem que abandonar suas casas e motivando um alerta vermelho, informou o Escritório Nacional de Emergências (Onemi).

AFP |

O vulcão, de 2.480 metros de altura, localizado cerca de 1.300 km ao sul de Santiago, começou a expelir material às 02h00 locais (03h00 de Brasília), provocando uma chuva de cinzas que atingiu as cidades próximas.

"Temos uma erupção com desprendimento de material do vulcão", disse o governador regional, Sergio Galilea.

"Estabeleceu-se um Alerta Vermelho para a cidade de Chaitén, devido à atividade vulcânica que se apresenta desde esta madrugada", assinalou por sua parte um comunicado da Onemi.

O escritório de emergência declarou que o número de pessoas deslocadas aumentou para 250, principalmente habitantes de comunidades próximas de El Amarillo e Chana, e disse que até agora "não há registros de pessoas feridas ou danos produzidos por essa situação".

Mais cedo, o governador Galilea havia dito que apenas 25 pessoas haviam sido retiradas do local. A Onemi disse que todos os deslocados foram levados até a cidade e Chaitén, a cerca de 35 km do vulcão.

Cerca de 60 tremores de média intensidade precederam a erupção foram sentidos desde quarta-feira.

A chuva de cinzas chegou a cidades e povoados da província argentina de Chubut (sul), disse uma fonte comunal.

O vulcão Michimahuida se encontra no Parque Pumalín, de propriedade do ecologista e milionário americano Douglas Tompkins.

pa/fb

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG