Alerta no Chile por aumento de atividade do vulcão Llaima

Autoridades decretaram neste sábado um alerta nas imediações do vulcão Llaima, no sul do Chile, cuja atividade aumentou na sexta-feira e se mantinha neste sábado com a detecção de material incandescente e a formação de uma coluna de fumaça.

AFP |

"A partir de hoje (sábado) se estabelece Alerta Amarelo para as comunas de Melipeuco, Cunco, Vilcún, Curacautín e Lonquimay devido à reativação do vulcão Llaima", informou o Serviço Nacional de Emergência (Onemi) em um boletim.

"Como medida preventiva 12 pessoas foram evacuadas", acrescentou o informe, explicando que eram 10 trabalhadores da Corporação Nacional Florestal e dois turistas, que estavam nas proximidades do parque nacional Conguillio.

"Este é um ciclo eruptivo complexo que pode ter altos e baixos durante anos e, eventualmente, uma atividade de maior proporção", alertou Nora Barrientos, governadora da região de Araucanía, onde fica localizado o vulcão.

O Llaima entrou em erupção no dia 1º de janeiro de 2008 e, depois de permanecer adormecido, voltou a entrar em atividade em meados do ano passado com erupções intermitentes.

Com 3.125 metros de altura, o Llaima localiza-se próximo da cidade de Temuco, 700 km ao sul de Santiago, e é um dos vulcões mais ativos do Chile.

nr/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG