grande mentira --enviado sudanês - Mundo - iG" /

Alerta da ONU sobre Darfur é grande mentira --enviado sudanês

Por Louis Charbonneau NAÇÕES UNIDAS (Reuters) - A Organização das Nações Unidas estava mentindo quando disse que ao menos um milhão de pessoas em Darfur, no Sudão, estariam sob sério risco devido à expulsão de organizações de ajuda intenacionais, disse o enviado do Sudão na ONU nesta quinta-feira.

Reuters |

Em um relatório recente ao Conselho de Segurança da ONU, o secretário-geral Ban Ki-moon alertou que a decisão de expulsar 13 organizações de ajuda humanitária internacionais e outras três locais deixaram "mais de um milhão de pessoas em risco de morte" em Darfur.

O embaixador da ONU no Sudão, Abdalmahmoud Abdalhaleem, repudiou o relatório.

"É uma grande mentira", ele disse a repórteres quando perguntado sobre a estimativa dada por Ban. "Eles são muito bons em dramatizar as coisas. Você nunca encontrará um relatório deste órgão dizendo alguma coisa positiva sobre a situação".

Ele disse não haver problemas em Darfur e que "tudo era positivo".

"Há agora calma em Darfur", disse Abdalhaleem. "Não há fome".

A ONU disse que os grupos expulsos somavam mais de metade da ajuda distribuída em Darfur, o que foi classificado como "mais uma mentira" por Abdalhaheem.

"Este volume é de 4,7 por cento", ele disse, se referindo à quantidade de ajuda dada pelas 16 organizações expulsas.

O Sudão diz que expulsou as agências humanitárias por terem colaborado com a Corte Penal Internacional de Haia, que emitiu um mandado de prisão contra o presidente sudanês, Omar Hassan al-Bashir, no mês passado.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG