Alemão que fingia ser terrorista pega três anos e meio de prisão

Berlim, 17 out (EFE).- A Audiência Territorial de Berlim condenou hoje um homem de 29 anos a três anos e meio de prisão por tentar extorquir 32,8 milhões de euros do Estado alemão.

EFE |

O acusado, morador de Zwickau, no leste da Alemanha, confessou que na passada primavera escreveu, junto com sua irmã, cartas anônimas, chantageando a Chancelaria em Berlim e outras sete instituições.

Nas mensagens, ele exigia os 32,8 milhões de euros, ameaçando explodir 362 bombas em 19 cidades alemãs.

As ameaças, porém, careciam de fundamento. Não existiam tais explosivos e o suspeito foi detido porque sua irmã lhe denunciou um dia antes da entrega do dinheiro.

A procuradoria havia pedido uma pena maior, de seis anos e sete meses de prisão. EFE umj/jp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG