Alemão encontrado morto na China não foi vítima do terremoto (Berlim)

O Ministério alemão das Relações Exteriores disse, nesta sexta-feira, que o alemão encontrado morto no sudoeste da China não foi vítima do terremoto, como havia anunciado a embaixada chinesa em Washington.

AFP |

De qualquer maneira, "a embaixada (da Alemanha) em Pequim e o consulado geral de Chengdu investigam, ativamente, em colaboração com as autoridades chinesas, os vários desaparecimentos relatados", disse uma porta-voz do Ministério alemão.

"É verdade que um alemão morreu no sul da China, mas não foi por causa do terremoto", completou, depois que o porta-voz da embaixada chinesa, em Washington, informou que o alemão morreu "tentando escapar do sismo".

Ele seria o primeiro estrangeiro declarado, oficialmente, vítima desse terremoto de 7,9 graus Richter, no qual 22.069 pessoas morreram e mais de 4,8 milhões estão desabrigadas.

gsw/tt

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG