Alemão desaparece no Afeganistão e Governo indica possível seqüestro

Berlim, 6 ago (EFE).- Um cidadão com dupla nacionalidade alemã e afegã desapareceu no Afeganistão, e o Governo de Berlim parte da base que se trata de um seqüestro com cenário criminoso, informou hoje o porta-voz do Ministério de Assuntos Exteriores, Jens Plötner.

EFE |

O porta-voz não quis revelar a idade do homem, mas disse que ele trabalha no Afeganistão.

Segundo ele, o ministério foi informado do desaparecimento do alemão em 29 de julho e já entrou em contato com as autoridades de Cabul e com a embaixada alemã no país, para conseguir sua pronta libertação.

Plötner não quis dar mais informações sobre as gestões realizadas pelo Governo germânico, fiel a sua norma de manter uma absoluta cautela neste tipo de situação.

Este é o segundo alemão desaparecido neste momento no Afeganistão, pois continua sem informações sobre o paradeiro de Harald Kleber, um carpinteiro de 42 anos, sobre quem não há pistas desde 16 de dezembro do ano passado. EFE nvm/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG