Alemão condenado por levar 44 lagartos nas calças na Nova Zelândia

Sydney (Austrália), 27 jan (EFE).- Um cidadão alemão foi condenado a 14 semanas de prisão na Nova Zelândia depois que a Polícia encontrou em suas calças 44 lagartos vivos, no aeroporto internacional de Christchurch, sul do país, informou hoje a imprensa local.

EFE |

Hans Kurt Kubus, de 58 anos, deverá pagar uma multa de 5.000 dólares neozelandeses (US$ 3.540) por capturar os animais, que levava escondidos, e será deportado à Alemanha após o cumprimento da pena.

Kubus foi detido em dezembro, quando tentava pegar um voo internacional e a Polícia descobriu os répteis em um pacote costurado à mão que estava escondido dentro de sua calça.

Após a detenção, Kubus confessou que tinha capturado os animais sem permissão, e foi declarado culpado por dois delitos contra a lei de Vida Selvagem e outros cinco por tentar traficar espécies protegidas.

O fiscal, Mike Bodie, advertiu que se trata do "caso mais sério detectado na Nova Zelândia em uma década" e assegurou que cada lagarto poderia valer aproximadamente 2 mil euros (US$ 2.820) no mercado negro europeu. EFE mg/fm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG