Alemão acusado de pedofilia é detido na Tailândia

Bangcoc, 14 mai (EFE).- Um cidadão alemão, professor da universidade tailandesa de Phitsanulok, na cidade de Pattaya, foi detido hoje quando se encontrava com dois jovens menores de idade em seu apartamento, informaram fontes policiais.

EFE |

Wolf Engelke, de 67 anos, foi acusado de manter relações sexuais com dois jovens tailandeses, de 13 e 15 anos de idade.

Após uma denúncia anônima, agentes policiais foram ao domicílio do alemão e o encontraram mantendo relações sexuais em uma cama com os adolescentes.

As vítimas declararam que Engelke prometera dar 500 baht (cerca de US$ 15,5) a cada um em troca das relações sexuais.

O pedófilo mais procurado pela Interpol, o canadense Christopher Paul Neil, foi detido em outubro na Tailândia, após uma operação de busca e captura internacional.

Neil, acusado pela Interpol de abusos sexuais contra pelo menos dois menores, entre outros delitos, é julgado atualmente na Tailândia, e pode ser condenado a até 20 anos de prisão.

Em novembro passado, a Corte Suprema da Tailândia condenou a 36 anos de prisão o ex-vice-presidente do Senado Chalerm Promlert, por manter relações sexuais com quatro meninas menores de 15 anos. EFE fmg/gs

    Leia tudo sobre: pedofilia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG