Berlim, 3 jul (EFE).- O ministro de Exteriores da Alemanha, Frank Walter Steinmeier, disse hoje que o Exército alemão somente deixará o Afeganistão quando as forças de segurança desse país puderem assumir a segurança local sozinhas, e rejeitou qualquer discussão envolvendo um calendário sobre a questão.

"Atualmente, considero irresponsável iniciar uma discussão sem sentido sobre a retirada das tropas, um debate sobre a saída das forças, em um país com responsabilidades internacionais que não é um Estado qualquer", disse Steinmeier à emissora pública "Deutschlandradio Kultur".

O chefe da diplomacia alemã ressaltou que os militares de seu país destinados em território afegão são conscientes de seu trabalho.

Steinemeier respondeu desta maneira a algumas vozes dentro da própria coalizão governamental que exigem uma retirada em breve das forças militares alemãs do Afeganistão. EFE jcb/mh

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.