A Alemanha estuda a possibilidade de vacinar quase um terço de sua população contra o vírus da gripe suóna, informou nesta terça-feira o ministério da Saúde alemão, depois que a Organização Mundial da Saúde (OMS) indicou que a pandemia já não pode ser detida.

O governo alemão analisa adquirir 25 milhões de doses da vacina, que serão ministradas prioritariamente a trabalhadores da saúde, policiais, bombeiros e técnicos responsáveis de serviços essenciais, explicou o porta-voz do ministério da Saúde de Turingia, que participou nesta terça-feira de uma reunião governamental sobre o tema.

Mulheres grávidas e doentes graves também terão prioridade na imunização, segundo o porta-voz.

O governo deve encomendar as vacinas ainda esta semana, mas as doses não estarão prontas antes de setembro ou outubro, segundo o ministério.

fc/ap

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.