Alemanha proíbe voos de passageiros com origem no Iêmen

Proibição é anunciada após pacotes com explosivos terem sido encontrados em aviões em Londres e Dubai

iG São Paulo |

O governo da Alemanha proibiu nesta segunda-feira os voos de passageiros com origem no Iemên, quatro dias depois de explosivos terem sido encontrados em aviões em Londres e Dubai. Os pacotes encontrados partiram do Iemên em direção aos Estados Unidos.

"Todas as companhias iemenitas que operam na Alemanha receberam uma notificação de proibição de voo. As autoridades da aviação civil alemã estão instruídas a desviar todo voo direto procedente do Iêmen", indicou o Ministério dos Transportes. "Não haverá mais autorização de voo para o território alemão no momento".

Na véspera, a Alemanha já havia anunciado que impediria a entrada em seu território de carga aérea procedente do Iêmen, segundo o ministro do Interior, Thomas de Maiziere. No sábado, a França também anunciou a suspensão da entrada de carga aérea procedente do Iêmen. O governo do Iêmen, por sua vez, decretou a aplicação de medidas excepcionais para as operações de revista de todas as cargas que partem do país, e anunciou a prisão de mais suspeitos.

Explosivos

Na sexta-feira, dois pacotes suspeitos foram interceptados por autoridades da Grã-Bretanha e de Dubai. Os pacotes, que continham explosivos, partiram do Iemên em direção aos Estados Unidos. De acordo com a imprensa americana, o principal suspeito é Ibrahim Hassan al-Asiri, um cidadão da Arábia Saudita que seria um dos líderes da Al-Qaeda na Península Arábica.

Segundo o presidente americano, Barack Obama, os dois dispositivos estavam direcionados a organizações judaicas na área da cidade americana de Chicago. Ele não especificou quais seriam as instituições.

Obama afirmou que as autoridades descobriram uma "ameaça terrorista real" contra os EUA. "Os eventos das últimas 24 horas mostram a necessidade de permanecer em vigilância", disse.

Com BBC e AFP

    Leia tudo sobre: iêmenterrorismoalemanhasegurança aéreaeua

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG