Alemanha proíbe nova droga derivada da cannabis sativa

Berlim, 21 jan (EFE).- A droga de moda Spice, uma mistura de ervas que contém uma substância sintética derivada da cannabis sativa -planta da qual se produz a maconha-, ficará proibida na Alemanha a partir de amanhã, anunciou hoje o Governo alemão.

EFE |

A produção, venda e consumo do entorpecente estará vedada, após se revelar que o que até agora se vendia como mistura de ervas inofensiva contém uma forma sintética da substância CP-47,497, muito mais forte e duradoura do que a cannabis original.

A norma terá vigência de um ano, após o qual se prevê que seja substituída por uma regulação definitiva.

Estudos realizados por autoridades médicas de Frankfurt revelaram que as misturas de ervas, apelidadas de "Spice Gold" ou "Yukatan Fire", tinham uma intensidade até quatro vezes maior do que a maconha.

A "Spice" era vendida legalmente até agora, mas, segundo Sabine Bärtzing, responsável por prevenção contra a toxicomania do Governo, influi nos sistemas nervoso e circulatório.

Em poucos meses, este produto que era vendido como "ervas aromáticas", se tornou uma das drogas mais populares da Alemanha, sem que possa detectar na urina. EFE gc-umj/jp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG