Alemanha inaugura serviço de assistência a vítimas de pedofilia

Berlim, 9 abr (EFE).- O Governo alemão colocou hoje em funcionamento o serviço de assistência às vítimas de pedofilia, que estará a cargo da ex-ministra da Família Christine Bergmann, enquanto continuam as revelações de casos de pedofilia em instituições católicas, assim como em asilos da Alemanha comunista.

EFE |

Christine, que foi ministra na época do chanceler Gerhard Schröder, dirige a partir de hoje o serviço de assistência aos quais as vítimas poderão ter acesso por email, fax, correio e por uma linha telefônica, que entrará em funcionamento em breve.

A chanceler alemã, Angela Merkel, nomeou Christine há duas semanas e seu âmbito não se limitará aos casos de pedofilia em centros católicos, mas também em escolas, asilos da República Democrática Alemã e dentro das famílias.

Os escândalos de pedofilia em instituições católicas foram revelados em janeiro. Na maioria dos casos, trata-se de abusos sexuais, mas também de maus-tratos e de violência física, ocorridos nos anos 70 e 80 e que, por isso, são de difícil julgamento. EFE gc-nvm/pd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG