Alemanha estuda aumentar tropas no Afeganistão

Berlim, 22 jan (EFE).- Mesmo com a forte oposição social-democrata, o Governo da Alemanha estuda aumentar de 4.

EFE |

500 para seis mil o número de soldados que pode enviar ao Afeganistão.

O ministro da Defesa alemão, Karl-Theodor zu Guttenberg, quer levar ao Parlamento a proposta do aumento da tropa, que seria a oferta da Alemanha para a conferência internacional sobre o Afeganistão, na próxima semana, em Londres.

O Governo da chanceler Angela Merkel será representado na conferência por Guttenberg e o ministros de Assuntos Exteriores, Guido Westerwelle.

Antes, a chanceler receberá o presidente Hamid Karzai, com quem terá duas reuniões, terça e quarta-feira, para discutir a questão.

O aumento do contingente alemão - o terceiro maior no Afeganistão depois dos de Estados Unidos e Reino Unido - tem forte oposição da oposição parlamentar, integrada pelos Verdes, o Partido Social-Democrata (SPD) e o movimento A Esquerda.

O presidente do SPD, Sigmar Gabriel, reiterou hoje, numa conferência da própria legenda sobre o Afeganistão, que deve começar a ser estudado já um calendário claro para a retirada progressiva, que esteja concluída em 2015. EFE gc/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG