Alemanha e membros permanentes do CS debatem novas sanções ao Irã

Berlim, 2 set (EFE).- Representantes da Alemanha e dos cinco membros permanentes do Conselho de Segurança da ONU se reuniram hoje em Königstein, no centro da Alemanha, para tratar do polêmico programa atômico iraniano e estudar possíveis novas sanções sobre o regime de Teerã.

EFE |

Segundo fontes diplomáticas alemãs, a reunião, de nível técnico, teve como principal objetivo coordenar as posturas dos seis países (Estados Unidos, Rússia, China, França, Reino Unido e Alemanha), avaliar o último relatório da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) e analisar as últimas iniciativas do Irã.

Nos últimos dias, a comunidade internacional ameaçou impor sanções mais drásticas ao Irã caso as autoridades deste país não façam concessões na questão nuclear nem cedam às exigências da AIEA.

A República Islâmica, suspeita de tentar desenvolver uma bomba atômica, anunciou ontem que tem novas propostas para solucionar o problema.

O representante de Teerã nas negociações sobre a questão nuclear, Saeed Jalili, ressaltou em entrevista coletiva o desejo do Irã de iniciar uma rodada de negociações que promova "um mundo justo e em paz".

"Após eleições gloriosas, estamos dispostos a apresentar uma série de propostas atualizadas, adaptadas à autoridade que a República Islâmica tem agora", destacou Jalili, secretário-geral do Conselho de Segurança Nacional. EFE rz/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG