Alemanha desmente detenção de diplomatas alemães no Irã

Berlim, 27 jan (EFE).- O Governo federal alemão negou categoricamente que dois diplomatas alemães tenham sido detidos em Teerã no final de dezembro passado, como afirma a imprensa iraniana.

EFE |

Um porta-voz do Ministério de Assuntos Exteriores alemão afirmou hoje, em Berlim, que diplomatas alemães não foram detidos no Irã em 27 de dezembro e que, em nenhum momento, foi informado sobre um fato assim.

A imprensa iraniana afirma que, aparentemente, os serviços secretos do regime de Teerã tinham detido dois diplomatas alemães por participar dos protestos contra o presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad.

A agência local "Isna" informou também que um assessor do líder opositor Hussein Musawi tinha confessado a participação de diplomatas alemães nos protestos. EFE jcb/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG