Alemanha condena a até 12 anos islamitas que planejavam atentados

Berlim, 4 mar (EFE).- Um tribunal da cidade de Düsseldorf (oeste da Alemanha) condenou a penas de até doze anos de prisão quatro islamitas, dois deles alemães convertidos ao Islã, por planejar atentados na Alemanha em 2007.

EFE |

Os quatro condenados, que tinham mais de 700 quilos de explosivos que foram confiscados, admitiram durante o processo sua intenção de atentar contra bases militares americanas e aeroportos alemães, por encomenda da União da Jihad Islâmica (IJU, na sigla em inglês), vinculada à Al Qaeda.

O tribunal condenou a doze anos de prisão os alemães Daniel Schneider e Fritz Gelowicz, ambos convertidos, por pertencerem a uma organização terrorista e por conspiração para planejar assassinatos maciços. Os germânico-turcos Adem Yilmaz e Atilla Selek foram condenados a onze e cinco anos, respectivamente. EFE nvm/fm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG