Alemanha caça serial killer de coelhos

Pelo menos 30 coelhos foram encontrados mortos em duas cidades alemãs - a maioria decapitada e com o sangue drenado de suas veias - em incidentes que chocaram o país. As polícias das cidades de Witten e Dortmund organizaram uma força tarefa para tentar encontrar o responsável pelas mortes, já que um padrão pode ser observado em todos os animais encontrados mortos.

BBC Brasil |

"É sempre igual. Os detetives encontram o coelho morto em suas gaiolas, com as cabeças cortadas e o sangue drenado. Por isso, não encontramos nem sangue e nem a cabeça dos coelhos", afirmou o official Voker Schuette, que trabalha na investigação.

A polícia está examinando os torsos dos animais na tentativa de encontrar traços de DNA e os policiais já entrevistaram 300 pessoas sobre os casos. No entanto, a polícia admite que ainda não tem idéia de quem está decapitando os animais ou o motivo.

Os policiais temem que o responsável pelo ataque contra os animais possa começar a atacar pessoas.

Trata-se de um dos mais chocantes casos de crueldade contra animais já vividos na Aleamanha.

Satélite
Outra questão ainda não solucionada pelos investigadores é o método que o atacante estaria usando para localizar suas vítimas.

A maioria dos coelhos decapitados estavam escondidos da visão pública, presos em quintais ou jardins atrás das casas.

Por isso, os policiais levantaram a possibilidade de que o atacante poderia estar usando imagens de satélite na internet para encontrar casas com gaiolas para os coelhos.

O medo de que os animais sejam mortos está mudando os hábitos daqueles que tem coelhos como animais de estimação.

Nos arredores de Witten, a proprietária de 13 coelhos, Julia Perkunm, instalou vários cadeados e trincos na porta de sua gaiola.

Ela explica que encontrou um local remoto dentro da floresta para manter seus coelhos escondidos.

"Esse lugar não é visível da rua e eu tento não contar pra ninguém onde fica. As pessoas sabem que eu tenho coelhos, mas não conto onde os deixo, por isso espero que meus animais estejam salvos", disse.

Outros proprietários de coelhos estão escondendo os animais em garagens ou até mesmo em porões.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG