Alemães aperfeiçoam piano para paraplégicos

Berlim, 13 out (EFE).- A Clínica Universitária de Heidelberg, na Alemanha, criou um novo modelo de piano, equipado com um dispositivo bucal que permite aos músicos que perderam a mobilidade nas pernas acionar os pedais do instrumento.

EFE |

O diretor do departamento ortopédico de paraplegia da universidade, Rüdiger Rupp, explicou hoje que o sensor instalado no dispositivo bucal não só permite acionar o pedal - como já fazem alguns sistemas - mas também modular a intensidade e a velocidade do efeito.

"Se supera assim a desvantagem dos que sofrem de paraplegia, que ao tocar piano só podem usar os braços e as mãos", explicou Rupp.

No projeto, um dispositivo é posto na cavidade bucal do pianista que, mediante a pressão exercida por sua mandíbula inferior, pode fixar a intensidade do efeito que deseja.

Um sensor sem fio instalado nesse dispositivo, vinculado a um motor elétrico, permite acionar o sistema de pedais do instrumento.

O piano especial deu à Clínica Universitária de Heildelberg o Prêmio Inovação 2008 da Fundação Alemã de Paraplegia, de 15 mil euros. EFE nvm/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG