Albert de Mônaco diz que um dia se casará, mas esse dia não chegou

Paris, 18 dez (EFE).- O príncipe Albert de Mônaco afirma que um dia se casará, mas que esse dia ainda não chegou, em entrevista publicada hoje pelo jornal francês Le Parisien.

EFE |

Questionado se pretende casar-se já que vive uma história de amor com a nadadora sul-africana Charlene Wittstock, Alberto II respondeu "um dia sim".

Um suspense que ironicamente justificou contando que teve "a sorte e o privilégio de conhecer, através de (sua) mãe, a Alfred Hitchcock", o famoso diretor britânico de cinema.

O príncipe insistiu em desmistificar a imagem estereotipada que alguns meios de comunicação têm de seu país, e ressaltou que "por trás de uma aparência de luxo e dinheiro, há uma população trabalhadora, uma vida econômica, cultural, artística e muita generosidade".

"É um país profundamente mediterrâneo, latino, aberto ao mundo.

Vivem 121 nacionalidades diferentes em um clima de harmonia em dois quilômetros quadrados: é invejável", acrescentou.

No restante da entrevista, o príncipe falou sobre a política fiscal do principado, e em particular sobre os acordos de troca de informação com outros países que Mônaco teve de fazer para não figurar nas listas internacionais de paraísos fiscais. EFE ac/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG