Albânia recebe mais 3 presos de Guantánamo

Tirana, 24 fev (EFE).- A Albânia acolheu nas últimas 24 horas três presos de Guantánamo, o que eleva para 11 o número total de ex-reclusos do centro de detenção americano no país balcânico, informou hoje o Ministério do Interior.

EFE |

Os três presos chegaram ontem. Eles são o tunisiano Saleh bin Hadi Asasi, o egípcio Sharif Fati Ali al-Mishad e o libanês Abdul Rauf Omar Mohammad Abu al-Qusin.

"Estas transferências são o resultado dos compromissos concretos do Governo albanês para apoiar a iniciativa da Administração do presidente (americano Barack) Obama de fechar o centro de Guantánamo e transferir (os presos) para países amigos seguros", informou o Ministério em um comunicado.

Em maio de 2006, a Albânia tornou-se o primeiro país a aceitar reclusos de Guantánamo. Eles eram cinco muçulmanos uigures, um grupo étnico que vive na região de Xinjiang, no noroeste da China, e tinham sido acusados de terrorismo pelo regime de Pequim.

Desde então, o Governo albanês manifestou às autoridades americanas a disponibilidade de acolher novos reclusos do centro de detenção, desde que não fossem de origem uigur, para que as relações do país com a China não sofresses danos. EFE md/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG