Alan García abandona cúpula logo após assinar tratado constitutivo da Unasul

Brasília, 23 mai (EFE).- O presidente peruano, Alan García, retornou ao Peru antes da conclusão da cúpula da União de Nações Sul-Americanas (Unasul), realizada em Brasília, logo após assinar, junto a outros 11 representantes de Governos sul-americanos, a ata constitutiva da organização.

EFE |

García pediu a palavra no plenário, imediatamente após a assinatura do tratado, para felicitar a presidente do Chile, Michelle Bachelet, que durante a sessão assumiu a Presidência rotativa da organização.

Após expressar sua saudação a Bachelet, García explicou a seus homólogos que precisava se retirar, sem especificar as razões. Logo em seguida, o presidente abandonou o plenário rumo ao aeroporto, segundo confirmaram à Efe fontes diplomáticas.

O presidente peruano, o primeiro líder a abandonar a cúpula, completa hoje 59 anos de idade, motivo pelo qual, ao início da sessão, recebeu os parabéns do governante brasileiro, Luiz Inácio Lula da Silva, assim como dos outros chefes de Estado presentes.

A Unasul é integrada por Brasil, Argentina, Bolívia, Colômbia, Chile, Equador, Guiana, Paraguai, Peru, Suriname, Uruguai e Venezuela.

O único líder que não compareceu ao encontro foi o uruguaio Tabaré Vázquez, representado no evento por seu vice-presidente, Rodolfo Nin Novoa. EFE ed/gs

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG