Al Qaeda sequestrou 6 ocidentais desaparecidos no Niger

(corrige título) Argel, 1 fev (EFE).- Os dois diplomatas canadenses enviados pela ONU e os quatro turistas europeus desaparecidos nas últimas semanas no Niger foram sequestrados pela organização terrorista Al Qaeda para o Magreb Islâmico (AQMI), informa hoje o jornal argelino Ennahar.

EFE |

O jornal cita fontes das tribos tuaregues do norte de Mali contatadas por telefone, embora a AQMI não tenha reivindicado o sequestro.

Os dois diplomatas, Robert Fowler e seu ajudante Louis Guay, desapareceram no mês passado e os quatro turistas, dois suíços, um alemão e um britânico, foram sequestrados na quinta-feira.

Segundo o jornal argelino, os diplomatas estão retidos em um refúgio no norte de Mali por uma brigada dirigida pelo chefe da AQMI, Mokhtar Belmokhtar.

Os quatro turistas foram sequestrados por outro grupo capitaneado por Abdelhamid Abou Zeid, segundo o jornal.

Além disso, sustenta que este último conseguiu levá-los ao acampamento base de seu grupo, também no norte de Mali.

Os quatro turistas faziam parte de um grupo de pessoas que viajavam em um comboio de três veículos e voltavam de um festival de música organizado no norte de Mali, quando foram interceptados em território do Niger. EFE sk/jp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG