Bagdá, 23 ago (EFE).- Membros da rede terrorista Al Qaeda seqüestraram hoje oito civis na província de Diyala, 55 quilômetros a nordeste de Bagdá, informaram fontes do Ministério do Interior iraquiano.

Segundo as fontes, o grupo foi seqüestrado por dezenas de homens que invadiram a aldeia de Um al-Qutin, cinco quilômetros ao sul de Baquba, capital de Diyala.

Os reféns foram levados para um local desconhecido, por isso as forças de segurança iraquianas lançaram uma operação para localizar o cativeiro.

A violência persiste em Diyala apesar da ampla ofensiva iniciada há mais de três semanas por tropas iraquianas e americanas contra os redutos da Al Qaeda, os grupos de resistência e as milícias radicais xiitas.

Além disso, fontes de segurança informaram que um grupo armado seqüestrou Mustafa Salah, coordenador da colaboração entre as forças americanas e uma milícia local.

Segundo as fontes, vários homens em três motos seqüestraram Mustafa Salah perto da casa dele, no bairro de Al Tahrir.

Diyala, que faz fronteira com o Irã, é um dos principais redutos da Al Qaeda no Iraque. EFE ah/wr/sc

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.