Al Qaeda assume atentado no Iêmen contra turistas sul-coreanos

Cairo, 27 mar (EFE).- A rede terrorista Al Qaeda assumiu a autoria do recente atentado no Iêmen contra um grupo de turistas sul-coreanos, segundo um comunicado divulgado hoje em um fórum islâmico na internet.

EFE |

O comunicado foi divulgado pela Al Qaeda na Península Arábica em um fórum que costuma publicar mensagens dos máximos líderes desse grupo terrorista e também detalhes sobre as operações dos mujahedins em vários países.

O ataque contra os turistas sul-coreanos foi cometido, segundo a nota, por alguém identificado como Abu Obeida al-Jarrah que cumpriu "uma ordem do mensageiro de Deus para expulsar os infiéis da Península Arábica".

Quatro turistas sul-coreanos e um guia iemenita morreram no atentado, ocorrido em 15 de março, perto da cidade de Shibam.

Três dias depois, perto do aeroporto de Sana, um suicida acionou uma bomba na passagem de uma equipe de investigadores sul-coreanos que tinha chegado ao país para colaborar nas averiguações, sem causar vítimas.

O comunicado da organização diz que estas operações foram realizadas por causa da "aliança da Coreia (do Sul) com os cruzados na guerra contra o Islã no Iraque e no Afeganistão, sob o pretexto de uma guerra contra o terrorismo".

Na terça-feira passada, a Polícia iemenita informou sobre a detenção de seis pessoas acusadas de pertencer à Al Qaeda e de serem responsáveis, entre outros, do ataque contra os turistas sul-coreanos e do atentado contra a equipe de investigadores.

Segundo o Ministério do Interior do Iêmen, os terroristas planejavam até mais 12 ataques contra instalações petrolíferas, turistas e alvos estrangeiros. EFE nq-ag/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG