Publicidade
Publicidade - Super banner
Mundo
enhanced by Google
 

Al Qaeda anuncia morte do dirigente terrorista Abu Khabab al-Masri

Cairo, 3 ago (EFE).- A organização terrorista da Al Qaeda no Afeganistão anunciou a morte de Abu Khabab al-Masri, um veterano especialista em explosivos, e de outros três membros, segundo um comunicado divulgado hoje por um site utilizado por grupos terroristas.

EFE |

O texto, datado de 30 de julho de 2008, é assinado pelo chefe de operações desta organização no Afeganistão, Mustafá Abu al-Yazid.

Segundo o comunicado, Masri, que nasceu em 1953, "deixou para trás uma geração de especialistas aos quais deu treinamento e ensino".

O comunicado, que aparece no site Al-Ekhlaas, foi divulgado pelo Qaedat al-Jihad (Al Qaeda da guerra santa), que seria o nome da organização no Afeganistão.

O Departamento de Estado americano oferecia uma recompensa de US$ 5 milhões por qualquer informação que pudesse facilitar a localização de Masri, como era conhecido Midhat Mursi al-Sayid Umar, de origem egípcia.

Segundo o departamento americano, o terrorista tinha trabalhado no Afeganistão no treinamento de centenas de "guerreiros santos" no uso de explosivos e venenos.

Mursi também lutou contra a ocupação soviética do Afeganistão nos anos 80 junto com os combatentes afegãos da resistência, descritos em 1983 pelo então presidente dos Estados Unidos, Ronald Reagan, como "combatentes da liberdade".

Desde 1999, trabalhava com a distribuição de manuais para a preparação de armamento químico e biológico. EFE hh/an

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG