Los Angeles (EUA.), 26 mai (EFE).

- Al Pacino protagonizará um filme feito para a televisão do canal "HBO" baseado na vida de Jack Kevorkian, o médico americano que disse ter ajudado 130 pessoas a se suicidar na década passada, o que lhe rendeu o apelido de "Doutor Morte".

A revista "Variety" informou hoje que o filme, que será dirigido por Barry Levinson ("Rain Man", 1988), se centrará na figura de Kevorkian e na invenção da chamada "máquina do suicídio", um aparelho que permitia a um paciente injetar em si mesmo uma dose letal de cloreto de potássio.

O médico foi condenado a uma pena de entre 10 a 25 anos de prisão em 1999 pelo assassinato em segundo grau de Thomas Youk, de 52 anos, um doente de esclerose lateral amiotrófica, uma doença terminal, a quem administrou uma dose de drogas letais.

Kevorkian gravou as imagens desse momento e elas foram exibidas na televisão pelo programa "60 Minutes", do canal "CBS".

O especialista, firme defensor da eutanásia, foi libertado em junho de 2007 após cumprir oito anos de prisão.

O roteiro do filme é assinado por Adam Mazer ("Quebra de Confiança"), uma adaptação livre do romance "Between the Dying and the Dead: Dr. Jack Kevorkian's Life and the Battle to Legalize Euthanasia", de Neal Nicol. EFE mg/db

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.