Al Gore pede desenvolvimento de energias renováveis nos Estados Unidos

Washington - O ex-vice-presidente americano Al Gore advertiu hoje que a mudança climática se transformou em uma grave ameaça para os Estados Unidos, e afirmou que o país deve obter toda sua eletricidade de fontes renováveis livres de carbono dentro de 10 anos.

EFE |

"Caso não o faça, a sobrevivência dos Estados Unidos da América, como o conhecemos, está em perigo", assinalou em discurso em Washington.

"A solução é pôr fim à nossa dependência dos combustíveis baseados no carbono", assinalou em seu discurso, no qual disse que a crise ambiental e a crise econômica estão estreitamente vinculadas.

"Não lembro de nenhum momento de nosso país no qual tantas coisas negativas estivessem ocorrendo de maneira simultânea", assinalou Gore.

O político democrata, derrotado pelo atual presidente George W. Bush após uma polêmica eleição em 2000, disse que a meta de produzir eletricidade sem o uso do carvão em 10 anos seria similar à proposta pelo presidente John Kennedy, na década de 1960, de pôr um homem na Lua.

Também criticou aqueles que propõem abrir novas áreas de prospecção petrolífera como uma via de solução para os problemas energéticos dos EUA, um país que importa mais de 60% de suas necessidades de hidrocarbonetos.

"É uma lógica perversa pensar que a resposta de curto prazo aos altos preços da gasolina seja escavar mais em busca de petróleo", assinalou.

Um dos fatores-chave da alta nos índices de inflação nos Estados Unidos foi o preço da gasolina, que esta semana subiu acima dos US$ 4 por galão (3,78 litros).

"A forma de baixar os preços é terminar com nossa dependência do petróleo, e usar fontes renováveis que podem nos dar o equivalente a US$ 1 por galão de gasolina", afirmou.

Leia mais sobre: mudança climática

    Leia tudo sobre: mudança climática

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG